Reformas em edifícios antigos podem gerar até 40% de economia

You are here:--Reformas em edifícios antigos podem gerar até 40% de economia

Reformas em edifícios antigos podem gerar até 40% de economia

Quem mora em condomínio sabe que os gastos com as taxas condominiais são altos. As cotas podem variar dependendo do padrão do empreendimento e das opções de áreas comuns. Segundo especialistas, os problemas em estruturas antigas das edificações são um dos principais fatores que tornam a conta ainda mais cara. Mas o que nem todos sabem é que a reforma dos prédios pode gerar economia para moradores e administradoras de imóveis, principalmente nas despesas com água e luz. A redução pode chegar a 40%.

Para tentar baratear os custos dos condomínios, os especialistas orientam a necessidade das administradoras ou dos síndicos realizarem revisões periódicas nas estruturas do empreendimento. A inspeção nas edificações antigas deve se concentrar nas instalações hidráulicas e elétricas, onde a maioria dos problemas costuma ser encontrado. Entre eles estão corrosão e entupimento de tubulações e perda de energia elétrica devido a emendas mal feitas, o que acarreta aumento na conta de luz.

Para evitar danos e gastos desnecessários, nas instalações hidraúlicas é recomendável a substituição de tubulações velhas e corroídas por materiais mais adequados. Já nas instalações elétricas, os gastos excessivos podem ser resultado da perda de energia devido a gatilhos e gambiarras feitas ao longo de anos. Além disso, a infraestrutura antiga e mal conservada pode impactar no custo do seguro do condomínio, pois o risco de acidentes e incêndios é maior.

Especialistas explicam que quando há diminuição de problemas nesses tipos de instalações, a probabilidade de surgirem inadimplências reduz significativamente. Portanto, realizar a troca de materiais velhos por novos pode ser uma boa fonte de economia na administração do condomínio.

Fonte: O Dia

By |2018-08-23T12:31:35+00:00agosto 3rd, 2018|Categories: Condominios|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário